Prostatectomia

5/5 - (2 votes)

Prostatectomia: Quando é necessária e o que você precisa saber

Entendendo a prostatectomia

A prostatectomia radical é uma das abordagens mais comuns para o tratamento do câncer de próstata, a segunda causa de mortalidade masculina no Brasil. Mas você sabe quando ela é realmente necessária?

O que é prostatectomia?

A prostatectomia é um procedimento cirúrgico que envolve a remoção total ou parcial da próstata. O termo vem do grego, significando “retirada de um pedaço cortado”. A próstata é uma glândula essencial para o sistema reprodutor masculino, responsável pelo enriquecimento do sêmen.

Existem dois tipos principais de prostatectomia:

  1. Prostatectomia Radical: Envolve a remoção completa da próstata e estruturas adjacentes, como as vesículas seminais. É eficaz quando o câncer está confinado à glândula, em estágio inicial.
  2. Prostatectomia Simples (Adenomectomia da Próstata): Envolve a remoção parcial da próstata, preservando sua cápsula. É realizada em casos de hiperplasia benigna da próstata (HPB), uma condição não cancerosa.

Tipos de Prostatectomia

A cirurgia pode ser realizada de diferentes maneiras, cada uma com suas particularidades:

  • Prostatectomia Aberta: Envolve uma incisão abaixo do umbigo até a região do púbis. Embora menos comum hoje em dia, ainda é uma opção válida, podendo ser radical ou simples. Na prostatectomia transvesical (PTV), o acesso à próstata é feito através de um corte na bexiga.
  • Prostatectomia Laparoscópica: Utiliza pequenas incisões na pele para acessar a próstata com instrumentos cirúrgicos, auxiliados por uma câmera. É uma técnica minimamente invasiva.
  • Prostatectomia Radical Robótica: A técnica mais moderna, realizada com o auxílio de robôs, proporciona maior precisão, menos dor e recuperação mais rápida. Tem menor risco de sequelas como incontinência urinária e disfunção erétil.

Pós-Operatório da Prostatectomia

Após a prostatectomia radical, é feita uma reconstrução do organismo, unindo a uretra à bexiga. Uma sonda urinária é colocada para auxiliar na cicatrização, permanecendo por 7 a 10 dias. Pacientes que passam por cirurgia robótica geralmente têm uma recuperação mais rápida e menos dolorosa.

Para pacientes com câncer, o acompanhamento pós-cirúrgico é crucial, com exames de PSA periódicos para monitorar a evolução da doença.

A decisão sobre o tratamento deve ser feita com base em uma conversa franca entre o paciente e seu médico, levando em consideração todas as opções disponíveis e os possíveis riscos e benefícios.

 

Dr. Marco Túlio Cruvinel Urologista
CRM-GO 8910 / RQE 5352

  • Urologista em Goiânia;
  • Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU);
  • Membro Internacional da Associação Americana de Urologia (AUA);
  • Pós-Graduação em Cirurgia Robótica em Urologia pelo Hospital Israelita Albert Einstein.

 

Clínica URO – Urologia, Robótica e Oncologia

WhatsApp: (62) 99632-3672

Telefone: (62) 3157-2072

Endereço: Órion Business & Health Complex, Avenida Portugal, 1.148, Bloco C Sala 3804 e 3806, Setor Marista, Goiânia, Goiás.

Dr Marco Túlio Cruvinel

Dr Marco Túlio Cruvinel, é Urologista, CRM-GO 8910 / RQE 5352. Especialista pela Sociedade Brasileira de Urologia, Membro Internacional da Associação Americana de Urologia. Atende na Clinica Uro, Órion Business & Health Complex, Avenida Portugal, 1.148, Bloco C Sala 3804 e 3806, Setor Marista, Goiânia, Goiás. Contatos: (62) 3157-2072/ WhatsApp: (62) 99632-3672.
Botão Voltar ao topo
Whatsapp
Agende sua consulta
Agende sua consulta